Redação Redação - 26 de julho de 2022
Foto carro da polícia
Operação Depurador © Polícia Federal/Operação Depurador

Hoje (26) deflagrou pela Polícia Federal uma operação para aprofundar as investigações e desarticular organização criminosa especializada no contrabando de cigarros vindo do Paraguai. Durante a operação foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, sendo três em Indaiatuba e um em Sorocaba, ambas no interior de São Paulo.

De acordo com a PF, os investigados teriam constituído uma organização criminosa com o objetivo de introduzir clandestinamente no país, pela fronteira de Guaíra, no Paraná, cigarros contrabandeados do país vizinho, que seriam comercializados nas regiões de Campinas e Sorocaba.

“Há, ainda, indícios da participação de servidores públicos na organização criminosa, que receberiam dinheiro para não repreender a entrada dos cigarros no país, bem como para facilitar o transporte da mercadoria até o destino”, disse a PF.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de contrabando e organização criminosa, cujas penas somadas podem chegar a 18 anos de prisão.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhar


Deixe um comentário

Para fazer um comentário você precisa criar uma conta. Clique aqui para ir para a página de login.

Usamos cookies para melhorar a experiência do usuário e analisar o tráfego do site. Leia sobre como usamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Política de privacidade".

Concordo

Política de privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar ou recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como respeitamos seu direito à privacidade, você pode optar por não permitir a coleta de dados de determinados tipos de serviços. No entanto, não permitir esses serviços pode afetar sua experiência.