Redação Redação - 19 de julho de 2022
Foto operação da Polícia Federal
© Divulgação/Polícia Federal

Nesta terça-feira (19) a Polícia Federal (PF) prendeu um homem apontado como suspeito de ter  jogado uma bomba no Rio de Janeiro contra o consulado da China no Rio de Janeiro em Setembro do ano passado. Em endereços ligados ao homem, a PF encontrou 50 kg de cocaína e o equivalente a R$ 375 mil em dinheiro, incluindo reais, euros e dólares.

“Na manhã desta terça-feira, a Polícia Federal deflagrou a Operação Muralha, com o objetivo de cumprir dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados a suspeito de ter arremessado um artefato explosivo no Consulado da China, em 16/09/2021, no bairro de Botafogo, zona sul do Rio”, informou a polícia em nota.

Segundo a PF, o suspeito teria utilizado um veículo sedan prata e estacionado na Praia de Botafogo. Ele caminhou até o consulado da China e arremessou o artefato, causando danos e expondo a perigo as pessoas que trabalhavam ou residiam no local.

“Durante o cumprimento dos mandados, os policiais federais – com apoio do cão farejador Apollo -, encontraram cerca de 50 kg de cocaína, em endereços localizados no bairro de Laranjeiras, que resultou na prisão, em flagrante, do homem. Além da droga, os policiais apreenderam, em espécie, R$ 362 mil, 1.405 euros e US$ 899, totalizando aproximadamente R$ 375 mil”, detalhou a PF.

O preso foi encaminhado à Superintendência da PF no Rio de Janeiro, na Praça Mauá. A polícia não informou o nome do suspeito.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhar


Deixe um comentário

Para fazer um comentário você precisa criar uma conta. Clique aqui para ir para a página de login.

Usamos cookies para melhorar a experiência do usuário e analisar o tráfego do site. Leia sobre como usamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Política de privacidade".

Concordo

Política de privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar ou recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como respeitamos seu direito à privacidade, você pode optar por não permitir a coleta de dados de determinados tipos de serviços. No entanto, não permitir esses serviços pode afetar sua experiência.