Redação Redação - 28 de junho de 2022
Foto Polícia Federal
© Fernando Bizerra/EFE/direitos reservados

Hoje (28) a Polícia Federal cumpre 52 mandados de busca e apreensão em endereços relacionados a líderes de um grupo investigado por crimes de lavagem de dinheiro, fruto da extração e comércio ilegais de ouro.

A Operação Lavagem de Ouro é feita em conjunto com a Receita Federal e também busca os principais intermediários que atuam na lavagem desses ativos. Os mandados estão sendo cumpridos em São Paulo, Mato Grosso, Goiás, no Pará, Paraná, na Paraíba, no Rio de Janeiro, em Pernambuco, Rondônia e no Distrito Federal.

A Justiça Federal determinou o bloqueio de contas de 40 investigados, no valor de até R$ 614 milhões. Foram aprendidos, até o momento, aparelhos de telefonia móvel e computadores dos investigados, documentos relacionados ao comércio ilegal de ouro, além de ouro em diversos endereços.

Os crimes apurados são de lavagem de ativos, receptação qualificada, falsidade Ideológica, redução do pagamento de tributos federais, dificultar a ação fiscalizadora ambiental do poder público, por meio da omissão no pagamento de compensação financeira pela exploração de recursos minerais, promoção de organização criminosa e usurpação de bem mineral da União.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhar


Deixe um comentário

Para fazer um comentário você precisa criar uma conta. Clique aqui para ir para a página de login.

Usamos cookies para melhorar a experiência do usuário e analisar o tráfego do site. Leia sobre como usamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Política de privacidade".

Concordo

Política de privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar ou recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como respeitamos seu direito à privacidade, você pode optar por não permitir a coleta de dados de determinados tipos de serviços. No entanto, não permitir esses serviços pode afetar sua experiência.