Redação Redação - 23 de junho de 2022
foto-ex-deputado
Albertassi estava em prisão domiciliar desde abril de 2020 | Foto: Rafael Wallace/Alerj

Foi concedida pela Justiça do Rio de Janeiro a liberdade condicional ao ex-deputado estadual Edson Albertassi. Preso em 2017, na Operação Cadeia Velha, um desdobramento da Lava Jato, Albertassi estava em prisão domiciliar desde abril de 2020, por conta da pandemia de covid-19.

Em seu despacho, o juiz Marcelo Rubioli, da Vara de Execuções Penais, determina que o ex-parlamentar se apresente à Justiça a cada dois meses, para assinar boletim de frequência e manter atualizadas informações como endereço e suas atividades.

Edson Albertassi foi condenado a 13 anos de prisão por corrupção passiva e organização criminosa. Na mesma época, também foram presos dois ex-presidentes da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj): Jorge Picciani e Paulo Melo.

As investigações da Lava Jato apontaram a existência de um esquema de corrupção envolvendo a aprovação de projetos na Alerj em troca de propinas.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhar


Deixe um comentário

Para fazer um comentário você precisa criar uma conta. Clique aqui para ir para a página de login.

Usamos cookies para melhorar a experiência do usuário e analisar o tráfego do site. Leia sobre como usamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Política de privacidade".

Concordo

Política de privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar ou recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como respeitamos seu direito à privacidade, você pode optar por não permitir a coleta de dados de determinados tipos de serviços. No entanto, não permitir esses serviços pode afetar sua experiência.