Precatório Matéria Topo
Redação Redação - 19 de abril de 2022
Presidente Jair Bolsonaro
© Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro, falou, hoje (19), que as Forças Armadas são garantidoras do “regime [político] no qual o povo [brasileiro] quer viver”. Participando em Brasília da cerimônia de comemoração dos 374 anos do Exército, Bolsonaro voltou a elogiar o papel que militares desempenharam em momentos conturbados da vida política nacional.

“Em todos os momentos difíceis que nossa nação atravessou, as Forças Armadas, o nosso Exército, sempre estiveram presentes. Assim foi em [19]22, [19]35, [19]64 e também em 1986, com a transição [do regime militar (1964-1985) para o período democrático]”, disse o presidente, acrescentando que o processo de redemocratização foi feito “com os militares, e não contra” estes.

Ao lado dos presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara, Arthur Lira, o vice-presidente, Hamilton Mourão, dos comandantes da Aeronáutica, do Exército e da Marinha e de ministros de Estado, Bolsonaro discursou para militares e civis.

Bolsonaro também reiterou parte do discurso do comandante do Exército, o general Marco Antônio Freire Gomes. Pouco antes, ao destacar a importância das Forças Armadas para a garantia da soberania de qualquer país, Gomes disse que “ao respeitar e valorizar seus soldados”, os cidadãos estão “investindo na garantia de seu bem maior, sua liberdade”.

“Vossa excelência bem disse”, comentou Bolsonaro aludindo à fala de Gomes. “O cidadão, ao respeitar e valorizar seus soldados, está investindo na garantia de seu bem maior, na sua liberdade”. As Forças Armadas não dão recado. Elas estão presentes. Elas sabem como proceder. Sabem o que é melhor para o seu povo e seu país. Elas têm participação ativa na garantia da lei e da ordem, da nossa soberania e do regime ao qual o povo quer viver”, afirmou o presidente antes de voltar a comentar o processo eleitoral brasileiro.

“Não podemos, jamais, ter uma eleição sobre a qual paire o manto da suspeição. Este compromisso é de todos nós, presidentes dos poderes [Executivo, Legislativo e Judiciário], comandantes das Forças [Armadas]. Todos somos importantes; somos agentes deste processo. E tenho certeza de que as eleições do corrente ano seguirão seu ritmo normal”, disse Bolsonaro.

“Nós todos, militares, um dia juramos dar a vida pela nossa pátria se preciso for. E todos nós, povo brasileiro, faremos mais que isto para garantir nossa liberdade e que todos joguem dentro das quatro linhas da nossa Constituição”.

Fonte: Agência Brasil

Precatório Matéria Final

Compartilhar


Deixe um comentário

Para fazer um comentário você precisa criar uma conta. Clique aqui para ir para a página de login.

Usamos cookies para melhorar a experiência do usuário e analisar o tráfego do site. Leia sobre como usamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Política de privacidade".

Eu concordo

Política de privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar ou recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como respeitamos seu direito à privacidade, você pode optar por não permitir a coleta de dados de determinados tipos de serviços. No entanto, não permitir esses serviços pode afetar sua experiência.